Dia do Índio – 19 de abril

O dia do índio foi escolhido internacionalmente em 19 de abril de 1940, no Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado na cidade Patzcuaro no México, com uma efetiva participação de comunidades indígenas. O objetivo do congresso foi debater assuntos relacionados às sociedades indígenas de cada país. Foram convidados representantes de todos os países do continente americano.

No Brasil, a data somente foi instituída em 19 de abril de 1943, devido aos apelos e intervenções formulados pelo Marechal Rondon, e no governo do Presidente Getúlio Vargas, foi promulgado o Decreto-Lei nº 5.540, de 2 de junho de 1943 que o tornava obrigatório.

Aqui refletindo melhor, usar a palavra índio – que muitas vezes soa meio estranho, porque era usada na Idade Média, para designar o povo do extremo oriente. Coisas dos navegadores e “descobridores” europeus que acreditavam que tinham encontrado um novo caminho à Índia e tão logo encontravam o povo nativo, já os chamavam de índios (no entanto, de uma forma preconceituosa e depreciativa).

De todas as formas, seria algo para repensar e revisar, creio que o correto seria “povo nativo”, porque eles são mais, muito mais que “índios” são porta-vozes da estrutura e cultura ancestral, carregando inúmeras sabedorias, conhecimentos e diferentes sensibilidades – além, claro do respeito à Natureza.

Quando e como os índios chegaram aqui?

O processo de instalação dos índios em nosso território é compreendido a partir das teorias que discutem a ocupação do continente americano. Segundo algumas pesquisas, os primeiros grupos humanos que aqui chegaram eram provavelmente oriundos de regiões da Ásia e da Oceania. Com o passar dos séculos, essas populações pré-históricas  espalharam-se pela América e, consequentemente, deram origem a uma infinidade de civilizações e culturas.

Contudo há muitos arqueólogos e antropólogos que divergem e acreditam que os nossos índios não vieram da Oceania. Há muito o que ser estudado e debatido. Em função da densidade das nossas florestas, o trabalho dos arqueólogos é bastante exaustivo e os resultados muitas vezes ficam dispersos.

Indicação de leitura:

Contrapontos da literatura indígena contemporânea no Brasil, de Graça Graúna (Mazza Edições), O Karaíba: uma história do pré-Brasil, de Daniel Munduruku (Editora Melhoramentos), Cantos da Floresta: iniciação ao universo musical indígena, de Berenice de Almeida e Magda Pucci (Editora Peirópolis), Pele silenciosa, pele sonora: a literatura indígena em destaque, de Janice Cristine Thiél (Autêntica – Coleção Práticas Docentes), Ideias para adiar o fim do mundo, de Ailton Krenak (Companhia das Letras), Antes o mundo não existia: mitologia dos antigos Desana-Kêhíripõrã, de Tolamãn Kenhíri e Umúsin Panlõn Kumu (Editora Dantes), A terra dos mil povos: história indígena do Brasil contada por um índio, de Kaká Werá Jecupé (Editora Peirópolis), Canumã: A travessia, de Ytanajé Coelho Cardoso (Editora Valer), Os índios antes do Brasil, de Carlos Fausto (Editora Zahar), Peixes e pesca: conhecimentos e práticas entre os povos indígenas do Baixo Oiapoque, Amapá, das organizadoras: Pauline Laval e Lux Vidal (Iepé), ABC dos povos indígenas, de Marina Kahn (Editora SM), Os índios e o Brasil – passado, presente e futuro, autor: Gomes, Mercio Pereira, Editora: Contexto.

Na foto (Wikipédia) Assurinis do Xingutapirapéscaiapós, tapirapés, ricbactas e bororos

Indicação de sites:

http://www.museudoindio.gov.br/

https://www.historiadobrasil.net/indiosdobrasil

Fontes:

http://www.funai.gov.br/

https://novaescola.org.br

https://mundoeducacao.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-indio.htm

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-43831319#:~:text=O%20dia%2019%20de%20abril,proteger%20os%20%C3%ADndios%20no%20territ%C3%B3rio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: