IMEDIATISMO

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay  Diariamente, sim diariamente – e praticamente de 9 horas por dia, segundo a matéria publicada em maio de 2020 no site terra.com.br (link abaixo) –  as pessoas se encontram conectadas à internet. Eu conheço pessoas que ficam conectadas de 12 a 14 horas por dia! Isso não é nem bom, nem ruimContinuar lendo “IMEDIATISMO”

Consciência

Temos aproximadamente entre 20 mil a 70 mil pensamentos por dia, que estão associados e são formatados através das sensações físicas (tato, paladar, audição, degustação, visão). Fico admirada e muito pensativa ao saber que a visão é muito responsável pelos pensamentos – até porque o olho humano enxerga ao contrário e é o cérebro queContinuar lendo “Consciência”

Sol – 03 de Maio – Dia Internacional do Sol

O Sol (do latim sol, solis, “deus Sol invictus” ou “sol”, Helios na mitologia grega, por sua vez da raiz proto-indo-européia sauel-, “brilhar”) é uma estrela que está no centro do sistema solar e constitui a maior fonte de radiação eletromagnética neste sistema planetário. É uma esfera de plasma quase perfeita, com um movimento convectivoContinuar lendo “Sol – 03 de Maio – Dia Internacional do Sol”

Maio (III)

Maio é o quinto mês do calendário gregoriano e tem 31 dias. Maio (em latim, Maius) foi nomeado para prestigiar a deusa grega Maia, (Ilusão) mãe de Hermes (Mensageiro, Comunicação, Comércio). Posteriormente foi identificada e sincretizada com a deusa da fertilidade da Era romana Bona Dea, cujo festival era celebrado também em maio. A outraContinuar lendo “Maio (III)”

Maio (II)

De acordo com o antigo calendário romano, o festival de Bona Dea caía no dia 1º de maio, Argei (cultos de purificação) caía em 14 ou 15 de maio, Agonalia (rituais secretos para várias divindades) em 21 de maio e Ambarvalia (ritos para fertilidade agrícola) em 29 de maio. Florália era celebrada em 27 deContinuar lendo “Maio (II)”

Maio (I)

Os druidas realizavam um festival, que normalmente ocorria nos primeiros dias de maio que se chamava Beltane ou “fogo de Deus”, muito comum na Irlanda e Escócia. Prática ainda comum em alguns países do leste europeu, mas que hoje em geral se celebra dia primeiro de maio. Nessa ocasião, acendia-se uma grande fogueira em algumContinuar lendo “Maio (I)”

Chuva (Simbologia)

A qualidade da compaixão não se força, não comporta compulsão, Cai, gota a gota como a suave e benéfica chuva do céu, É duas vezes abençoada, por isso enaltece quem dá e quem recebe, Sobre o lugar que está abaixo. Mercador de Veneza, Shakespeare O elemento líquido que depende quase toda a vida, a tãoContinuar lendo “Chuva (Simbologia)”

Dança (Simbologia)

Dança A dança é uma expressão de linguagem, é celebração, é busca de conexão (interior e exterior). Quando nos falta palavras, dançamos. O que é essa febre, capaz de apoderar-se de uma criatura e de agitá-la até o frenesi, senão a manifestação muitas vezes explosiva, do Instinto de Vida, que só aspira rejeitar toda aContinuar lendo “Dança (Simbologia)”

Flora / Florália

*FLORA. FLORÁLIA Flora é em si o poder vegetativo; faz as árvores florescerem; preside “Tudo que floresce.” A lenda afirma que o mito e as celebrações de Flora foram adicionadas em Roma (como acontece com Fides) por Tito Tacio, com outras divindades Sabinas. Eles rendiam celebrações à ela, ambos povos, não latinos como latinos. AlgumasContinuar lendo “Flora / Florália”

O outro possível nome de Urano

Em algumas ocasiões, Urano é chamado de Acmonides, ou seja, filho de Acmón,que talvez seja um uso muito antigo. O erudito bizantino Eustacio, é quem declara que Alcmán, o poeta do final do século VII a.C., que vivia em Esparta, já se referia a Urano como o filho de Acmón, lembra uma antiga especulação etimológicaContinuar lendo “O outro possível nome de Urano”