Mães divinas e seus filhos espetaculares

Abaixo a lista dos 12 Deuses Olimpícos e suas mães (literalmente!) divinas: Zeus (“céu brilhante”, senhor soberano absoluto do Olimpo) – sua mãe é Réia (“fluxo, terra ampla e larga”). Hermes (deus da comunicação, comércio, psicopompo) – sua mãe é Maia (“mãezinha, mãe, parteira”; deusa que emana a energia de vida para fecundidade) e queContinuar lendo “Mães divinas e seus filhos espetaculares”

Boa Deusa / Bona Dea

Bona Dea, “Boa Deusa”, era o nome pelo qual era geralmente conhecida uma deusa associada à fertilidade, cura e proteção do estado e do povo de Roma, que leva consigo a cornucópia da abundância e a serpente como símbolo de cura. Ela traz alegria, magia, a sabedoria da profecia, cura, prosperidade, felicidade, sabedoria e bemContinuar lendo “Boa Deusa / Bona Dea”

Altar ao Deus Desconhecido

Além dos 12 deuses principais e de outras inúmeras divindades menores, os antigos gregos adoravam uma divindade que chamavam de Agnostos Theos, ou seja, o Deus Desconhecido. Muitos atenienses prestavam juramento diante dele. Filostrato, na sua obra Life of Apollonius of Tyana (Vida de Apolônio de Tiana; VI, III), escreve: “É prova muito maior de sabedoria e sobriedadeContinuar lendo “Altar ao Deus Desconhecido”

Melâmpus (Melampo)

Dizem que Melâmpus, filho de Amitáon e de Idômene, possivelmente originário da Tessália, foi o primeiro mortal dotado de poderes proféticos. Era primo de Jasão e de Admeto. Teve como esposa Ifianassa e dá origem a toda uma descendêcia de advinhos. Em certas ocasiões Melâmpus não só possuía o dom da profecia, mas também deContinuar lendo “Melâmpus (Melampo)”